segunda-feira, 23 de maio de 2016

RONDA DA CIDADANIA REGISTROU 336 ATENDIMENTOS EM PELOTAS, RS

Na sua 49ª edição, o projeto Ronda da Cidadania oportunizou, no último sábado, 21/5, aos moradores dos bairros Seival, Caatinga, Pântano e Barão de Mauá, no Município de Pelotas, RS, a realização de documentos, informações e atendimento nas áreas de saúde, social e jurídica.

O evento foi realizado na Escola Estadual de Ensino Fundamental Sagrado Coração de Jesus, ocasião em que foram realizados 336 atendimentos, tanto na área da saúde, com verificação de pressão arterial, testes de glicose e informações sobre cuidados com a saúde, como nas áreas social, com informações e cadastramento no programa bolsa família, reconhecimentos de paternidade, recreação voltada ao público infantil e cortes de cabelo; jurídica, com orientações e emissão de documentos, como carteira de identidade e de trabalho, CPF e solicitação de certidões de nascimento.
As Rondas da Cidadania são uma realização do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul e constituem feiras de serviços de utilidade pública, que buscam garantir a inclusão social e o amparo integral da justiça à parcela da população hipossuficiente, gratuitamente.
De acordo com a coordenador do projeto Ronda da Cidadania em Pelotas, magistrado Marcelo Malizia Cabral, “o número de atendimentos realizados, a acolhida da comunidade e a participação da população, garantiram o êxito do evento”.

Segundo a Diretora da Escola, Marília Lopes Sopeña, “a realização da Ronda na cidade constitui um grande auxílio prestado pelo Poder Judiciário e pelas instituições parceiras à comunidade”.
O Vereador Antônio Peres, representando a Câmara de Vereadores de Pelotas, saudou a iniciativa do Poder Judiciário, dizendo que pode ser traduzida como uma demonstração de responsabilidade social do Tribunal de Justiça do RS.
A solenidade de abertura contou com a presença do Grupo Escoteiro São Francisco de Assis, responsável pela guarda das bandeiras e com a apresentação da Banda do Quarto Batalhão da Polícia Militar de Pelotas.
Além dos parceiros do projeto, prestigiaram a solenidade de abertura o coordenador da Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, juiz Marcelo Malizia Cabral, o representante da Câmara de Vereadores de Pelotas, Vereador Antônio Peres, a Diretora da Escola, Marília Lopes Sopeña, representando todos os parceiros do Projeto, o titular do Registro Civil Jorge Luís Edon Figueiredo, as representantes dos servidores e colaboradores do Foro de Pelotas, Ieda Terezinha Morsch e Nara Regina Lima, além de professores, servidores da escola e líderes comunitários.
Na solenidade de abertura Juiz Malizia agradeceu e homenageou as 92 instituições parceiras do Projeto.

Banda da Brigada Militar abrilhantou o evento.

Ronda da Cidadania contou com grande participação da comunidade.


Confira os 336 atendimentos realizados –

- 43 solicitações de CPFs (Banco do Brasil);
- 100 encaminhamentos de confecções carteira de identidade (Instituto Geral de Perícias do RS);
- 18 encaminhamentos de solicitações de carteiras de trabalho (SINE);
- 25 certidões de nascimento, casamento e escritura pública (Registros Civis da Primeira e Segunda Zona);
- 3 informações (Tabelionato de Notas);
- 25 atendimentos/distribuições de material informativo (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Pelotas - CEJUSC);
- 15 verificações de pressão arterial e orientações de saúde (Escola Dimensão);
- 27 cortes de cabelo ( Escola de Cabeleireiros Nair Rosseli);
- 50 atendimentos de recreação (Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus);
- 30 atendimentos e informações ao público ofertadas por escoteiros (Grupo de Escoteiros São Francisco de Assis);


CEJUSC recebeu vários pedidos de reconhecimento de paternidade.

Corte de cabelos foi um dos serviços mais procurados.


Banco do Brasil providenciou emissão de CPF.
Histórico - Iniciativa da Corregedoria-Geral da Justiça, em parceria com diversas instituições do Estado, o Projeto Ronda da Cidadania encontra-se em seu 15.º ano de atividades na Comarca de Pelotas. Neste período, foram realizadas 49 edições do evento, prestando-se atendimento a 63.080 pessoas e realizaram-se 847 casamentos em 22 cerimônias coletivas.

Contato – Mais informações sobre o Projeto Ronda da Cidadania podem ser obtidas no Foro da Comarca de Pelotas, de segundas a sextas-feiras, das 9h às 18h, na Avenida Ferreira Viana, n.º 1134, sala 706, 7.º andar, telefone 53-32794900, ramal 1735, e-mail pelrondacidadania@tj.rs.gov.br,  ou em seu blog rondadacidadania.blogspot.com.br

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

RONDA DA CIDADANIA DIVULGA BALANÇO DE 2015 E RECEBE INSCRIÇÕES PARA 2016, EM PELOTAS

 
O Projeto Ronda da Cidadania está cadastrando comunidades interessadas em receber seus serviços no ano de 2016.
 
As comunidades que desejarem receber os serviços da Ronda da Cidadania devem manifestar o interesse através do e-mail pelrondacidadania@tj.rs.gov.br, informando o local disponibilizado para a realização das atividades, o número aproximado de usuários e os serviços necessários.
 
As solicitações podem partir de quaisquer dos municípios que integram a Comarca de Pelotas: Capão do Leão, Arroio do Padre, Morro Redondo, Turuçu e Pelotas.
 
 
Balanço de 2015 - No ano em curso foi realizada uma edição do projeto, atendendo o Município de Arroio do Padre, ocasião em que foram prestados 842 atendimentos.
 
Realizou-se, ainda, casamento coletivo no município de Pelotas, celebrando-se a união de 64 casais.
 
De acordo com o coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, juiz de direito Marcelo Malizia Cabral, "a atividades deste ano contaram com ampla participação das instituições parceiras e com grande procura da comunidade pelos serviços, o que garantiu o êxito do projeto. Resta, agora, apenas agradecer o apoio dos parceiros e a confiança da comunidade e organizar as atividades para o ano vindouro", concluiu.
 
 
Histórico das Rondas da Cidadania em Pelotas - Iniciativa da Corregedoria-Geral da Justiça, em parceria com diversas instituições do Estado, as Rondas da Cidadania consistem em feiras de serviços de utilidade pública, levando informação, documentação e atendimentos essenciais a toda a comunidade, gratuitamente. 
 
O Projeto encontra-se na 48ª edição e completa 15 anos de intensa atividade. Nesse período, contou com a participação de dezenas de órgãos e entidades que realizam serviços de utilidade pública, prestando atendimento a 62.744 pessoas e realizando 847 casamentos em 22 cerimônias coletivas.
 
Blog e informações - Outras informações podem ser obtidas no blog do Projeto (rondadacidadania.blogspot.com) ou ainda no Foro da Comarca de Pelotas, Avenida Ferreira Viana, n.º 1134, sala 706, 7.ºandar, fone: (53) 32794900, ramal 1735, e-mail pelrondacidadania@tj.rs.gov.br

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

CASAMENTO COLETIVO CELEBRA A UNIÃO DE 64 CASAIS EM PELOTAS

Valsa embalou os casais ao fim do casamento
O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, por intermédio do projeto Ronda da Cidadania, e a Prefeitura Municipal de Pelotas, realizaram o 22.º Casamento Coletivo da Comarca de Pelotas, ocasião em que foram celebradas as uniões de 64 casais, no último sábado, 5/12, no Clube Diamantinos, em Pelotas, RS.
 
A cerimônia teve início às 16 horas, quando as noivas desceram as escadarias do clube ao som da marcha nupcial, enquanto eram esperadas ansiosamente pelos noivos, ao pé da escada.
 
Vestidos de noiva, aias, maquiagem, cabeleireiros, mesa do bolo, buquês, além de muita emoção e alegria foram os ingredientes que garantiram uma celebração inesquecível.
 
 
Iris (esq) e Sara foram o primeiro casal homoafetivo
a participar do casamento coletivo em Pelotas

Esta foi a primeira cerimônia coletiva em Pelotas que contou com um casal homoafetivo. Iris Duarte Pereira e Sara Jane Govêa celebraram o casamento após um ano e oito meses de vida em comum.
 
 
 
 
 
 
 
 

Os casamentos coletivos têm por objetivo garantir uma maior proteção à família, seja em razão das garantias que a legislação oferece ao casamento, seja em decorrência da preparação e das orientações jurídicas, sociais e psicológicas que são propiciadas aos nubentes pelo projeto Ronda da Cidadania e pela Prefeitura Municipal de Pelotas.
 
 
Juiz Malizia saudou os noivos e
destacou a importância da família
 
De acordo com o coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, magistrado Marcelo Malizia Cabral “esses casamentos coletivos garantem cidadania às pessoas, além de constituírem a realização de um sonho.” Com relação ao evento, sublinhou o profissionalismo, competência e carinho como tudo foi organizado e conduzido, agradecendo e destacando a parceria dos Cartórios de Registro Civil e da Prefeitura Municipal de Pelotas.
 
Malizia ainda enalteceu a realização do casamento homoafetivo, o que demonstra, segundo o Juiz, “o progresso da humanidade no respeito às opções afetivas das pessoas, cuja liberdade é assegurada pela Constituição Federal”.
 
 
 
 
 
 
 
Segundo a Vice-Prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas, o casamento significa inclusão social e momento de valorização das famílias, o que é tarefa do Poder Executivo, destacando sua satisfação na realização da cerimônia nas dependências da sede da Prefeitura.
 
 
 
Presenças – Além da presença do coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, Magistrado Marcelo Malizia Cabral, o casamento coletivo contou com a presença da Vice-Prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas, do Secretário de Justiça Social e Segurança do Município, Tiago Bündchen, da ex-coordenadora do projeto, Pretora Suzana Viegas Neves da Silva, da Secretária Executiva do Projeto Ronda da Cidadania, Ieda Terezinha Morsch, da Coordenadora do Casamento Coletivo pela Prefeitura, Ziza Fernandes, de representantes dos Cartórios de Registro Civil da 1ª e 2ª Zonas de Pelotas e do Cartório Dunas, além de representantes de instituições Parceiras da Ronda da Cidadania, de servidores, estagiários e voluntários do Foro de Pelotas e outras autoridades.
 
Sobre o Projeto Ronda da Cidadania - Iniciativa do Tribunal de Justiça do RS, em parceria com diversas instituições do Estado, as Rondas da Cidadania consistem em feiras de serviços de utilidade pública, levando informação, documentação e atendimento a toda a comunidade, gratuitamente.
 
O Projeto encontra-se na 48ª edição e completa 14 anos de intensa atividade. Nesse período, contou com a participação de dezenas de órgãos e entidades que realizam serviços de utilidade pública, prestando atendimento a 61.744 pessoas e realizando 847 casamentos em 22 cerimônias coletivas.
 
Blog e informações - Outras informações podem ser obtidas no blog do Projeto (rondadacidadania.blogspot.com) ou ainda no Foro da Comarca de Pelotas, Avenida Ferreira Viana, n.º 1134, sala 706, 7.º andar, fone: (53) 32794900, ramal 1735, e-mail: pelrondacidadania@tj.rs.gov.br

Confira outros registros, com os créditos de Marcel Avila:






































quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

PELOTAS, RS, TERÁ CASAMENTO COLETIVO NESTE SÁBADO

Casamento coletivo Pelotas 1.°.12.2012
 
O Projeto Ronda da Cidadania e a Prefeitura Municipal de Pelotas estão organizando o 22.º Casamento Coletivo da Comarca de Pelotas, a ser realizado no próximo sábado, 5 de dezembro, às 16 horas, no Clube Diamantinos, em Pelotas, RS, ocasião em que serão celebradas as uniões de 65 casais.
 
As Rondas da Cidadania são uma realização do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul e constituem feiras de serviços de utilidade pública, que buscam garantir a inclusão social e o amparo integral da justiça à parcela da população carente, gratuitamente.
 
Os casamentos coletivos têm por objetivo garantir uma maior proteção à família, seja em razão das garantias que a legislação oferece ao casamento, seja em decorrência da preparação e das orientações jurídicas, sociais e psicológicas que são propiciadas aos nubentes pelo projeto Ronda da Cidadania e pela Prefeitura Municipal de Pelotas.
 
Fruto de uma parceria entre o Projeto Ronda da Cidadania, os Cartórios de Registro Civil da Comarca e a Prefeitura Municipal de Pelotas, por meio da Secretaria Municipal de Justiça Social e Segurança, o projeto Ronda da Cidadania e os Cartórios encarregam-se da inscrição dos interessados e da habilitação para os casamentos, enquanto a Prefeitura providencia a preparação da cerimônia de casamento e o acompanhamento social dos noivos e sua família.
 
De acordo com o coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, juiz Marcelo Malizia Cabral, “esses casamentos coletivos garantem cidadania às pessoas porque conferem maior proteção à família, além de constituírem, no mais das vezes, a realização de um sonho.”
 
 
Histórico das Rondas da Cidadania na Comarca de Pelotas – O Projeto está na 48ª edição e completou quatorze anos de intensa atividade. Nesse período, contou com a participação de dezenas de órgãos e entidades que realizam serviços de utilidade pública, prestando atendimento a 61.744 pessoas e realizando 783 casamentos em 21 cerimônias coletivas.
 
Casamento coletivo Pelotas 6.12.2014

Casamento coletivo Pelotas 7.12.2013
 
Blog e informações - Outras informações podem ser obtidas no blog do Projeto (rondadacidadania.blogspot.com) ou ainda no Foro da Comarca de Pelotas, Avenida Ferreira Viana, n.º 1134, sala 706, 7.º andar, fone: (53) 32794900, ramal 1735, e-mail: pelrondacidadania@tj.rs.gov.br