quinta-feira, 14 de agosto de 2014

TJRS e Prefeitura de Capão do Leão recebem inscrições para casamento coletivo homo e heteroafetivo

Casamento coletivo realizado em 2013 na cidade de Capão do Leão.
 
O Tribunal de Justiça do RS, por meio do Projeto Ronda da Cidadania da Comarca de Pelotas e a Prefeitura do Município de Capão do Leão, RS, estão recebendo inscrições para o Casamento Coletivo que se realizará no município no próximo dia 22 de novembro, fruto de parceria entre as instituições.
 
As inscrições para o casamento coletivo podem ser realizadas na Secretaria de Cidadania e Assistência Social de Capão do Leão, na Avenida Narciso Silva, n.º 8200, bairro Centro, diariamente, das 8h às 13h, no período de 19 de agosto a 30 de setembro.
 
Requisitos – Para participar do casamento coletivo, o casal homo ou heteroafetivo deve demonstrar hipossuficiência econômica e apresentar a documentação necessária ao ato.

Para pessoas solteiras, é necessária a apresentação de certidão de nascimento; para divorciados, certidão de casamento com averbação do divórcio e para pessoas viúvas, certidão de casamento e certidão de óbito do cônjuge.

Os casamentos coletivos têm por objetivo garantir uma maior proteção à família, seja em razão das garantias que a legislação oferece ao casamento, seja em decorrência da preparação e das orientações jurídicas, sociais e psicológicas que são propiciadas aos nubentes pelo projeto Ronda da Cidadania em parceria com as Prefeituras dos municípios contemplados.

De acordo com o coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, juiz Marcelo Malizia Cabral, “o Poder Judiciário do Rio Grande do Sul está preocupado com a dignidade do ser humano; de mãos dadas com a sociedade, temos muito a fazer e esta é uma pequena demonstração daquilo se pode construir com trabalho, parceria e dedicação”.


Histórico - Iniciativa da Corregedoria-Geral da Justiça, em parceria com diversas instituições do Estado, o Projeto Ronda da Cidadania encontra-se em seu 13.º ano de atividades na Comarca de Pelotas. Neste período, foram realizadas 46 edições do evento, prestando-se atendimento a 61.271 pessoas e realizaram-se 734 casamentos.

Contato – Mais informações sobre o Projeto Ronda da Cidadania podem ser obtidas no Foro da Comarca de Pelotas, de segundas a sextas-feiras, das 9h às 11h30min, na Avenida Ferreira Viana, n.º 1134, sala 706, 7.º andar, telefone 53-32794900, ramal 1735, e-mail pelrondacidadania@tj.rs.gov.br, ou em seu blog rondadacidadania.blogspot.com.br

quinta-feira, 10 de abril de 2014

TJ-RS E PREFEITURA DE PELOTAS RECEBEM INSCRIÇÕES PARA CASAMENTO COLETIVO HOMO E HETEROAFETIVO


O Tribunal de Justiça do RS, por meio do Projeto Ronda da Cidadania e a Prefeitura de Pelotas estão recebendo inscrições para o 19.° Casamento Coletivo que se realizará no município no próximo dia 6 de dezembro, fruto de parceria do Projeto Ronda da Cidadania com a Prefeitura Municipal de Pelotas.

As inscrições poderão ser realizadas de 21 de abril a 31 de julho nos Centros de Referência em Assistência Social de Pelotas (CRAS Centro, Três Vendas, Areal, Fragata e São Gonçalo), nos Centros de Convivência da Colônia Z-3 e do Monte Bonito e na Defensoria Pública.

Serão recebidas 80 inscrições de casais homo e heteroafetivos que pretendam formalizar suas uniões por meio do casamento.

Requisitos – Para participar do casamento coletivo, o casal homo ou heteroafetivo deve demonstrar hipossuficiência econômica e apresentar a documentação necessária ao ato.

Para pessoas solteiras, é necessária a apresentação de certidão de nascimento; para divorciados, certidão de casamento com averbação do divórcio e para pessoas viúvas, certidão de casamento e certidão de óbito do cônjuge.

Os casamentos coletivos têm por objetivo garantir uma maior proteção à família, seja em razão das garantias que a legislação oferece ao casamento, seja em decorrência da preparação e das orientações jurídicas, sociais e psicológicas que são propiciadas aos nubentes pelo projeto Ronda da Cidadania em parceria com as Prefeituras dos municípios contemplados.

De acordo com o coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, juiz Marcelo Malizia Cabral, “o Poder Judiciário do Rio Grande do Sul está preocupado com a dignidade do ser humano; de mãos dadas com a sociedade, temos muito a fazer e esta é uma pequena demonstração daquilo se pode construir com trabalho, parceria e dedicação”.

Histórico - Iniciativa da Corregedoria-Geral da Justiça, em parceria com diversas instituições do Estado, o Projeto Ronda da Cidadania encontra-se em seu 13.º ano de atividades na Comarca de Pelotas. Neste período, foram realizadas 46 edições do evento, prestando-se atendimento a 61.271 pessoas e realizaram-se 734 casamentos.

Contato –  Mais informações sobre o Projeto Ronda da Cidadania podem ser obtidas no Foro da Comarca de Pelotas, de segundas a sextas-feiras, das 9h às 11h30min, na Avenida Ferreira Viana, n.º 1134, sala 706, 7.º andar, telefone 53-32794900, ramal 1735, e-mail pelrondacidadania@tj.rs.gov.br, ou em seu blog rondadacidadania.blogspot.com.br

Confira os locais de inscrição


CRAS Centro - Rua Santa Cruz, n.º 2252, Pelotas, RS.
CRAS Areal - Rua Professor Mário Peiruque, n.° 1521, Pelotas, RS.
CRAS Fragata - Avenida Duque de Caxias, n.° 869, Pelotas, RS.
CRAS São Gonçalo - Avenida Dona Darci Vargas, n.° 212, Pelotas, RS.
CRAS Três Vendas - Rua 15, n.° 45, bairro Pestano, Pelotas, RS.
Centro de Convivência Z-3 - Avenida Almirante Rafael Brusqe, s/n.°, Pelotas, RS.
Centro de Convivência do Monte Bonito - Localidade de Monte Bonito, zona rural de Pelotas, RS.

Defensoria Pública do RS – Avenida Ferreira Viana, n.° 1.490, Pelotas, RS.

sábado, 21 de dezembro de 2013

RONDA DA CIDADANIA DIVULGA BALANÇO DE 2013 E RECEBE INSCRIÇÕES PARA 2014, EM PELOTAS/RS

Ronda da Cidadania em Pelotas
Bairro Navegantes II - 22.6.2013
O Projeto Ronda da Cidadania está cadastrando comunidades interessadas em receber seus serviços no ano de 2014.

As comunidades que desejarem receber os serviços da Ronda da Cidadania devem manifestar o interesse exclusivamente através do e-mail pelrondacidadania@tj.rs.gov.br, informando o local disponibilizado para a realização das atividades, o número aproximado de usuários e os serviços necessários.

As solicitações podem partir de quaisquer dos municípios que integram a Comarca de Pelotas: Capão do Leão, Arroio do Padre, Morro Redondo, Turuçu e Pelotas.

Balanço de 2013 - No ano em curso foram realizadas duas edições do projeto, atendendo as comunidades do bairro Navegantes II, em Pelotas e o Município de Capão do Leão, ocasião em que foram prestados 1.242 atendimentos.

Realizou-se, ainda, Casamento Coletivo, celebrando-se a união de 36 casais residentes em Pelotas e Capão do Leão.

Casamento Coletivo em Pelotas - 7.12.2013

De acordo com o coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, juiz de direito Marcelo Malizia Cabral, "a edições deste ano contaram com ampla participação das instituições parceiras e com grande procura da comunidade pelos serviços, o que garantiu o êxito do projeto. Resta, agora, apenas agradecer o apoio dos parceiros e a confiança da comunidade e organizar as atividades para o ano vindouro", concluiu.

Histórico das Rondas da Cidadania em Pelotas - Iniciativa da Corregedoria-Geral da Justiça, em parceria com diversas instituições do Estado, as Rondas da Cidadania consistem em feiras de serviços de utilidade pública, levando informação, documentação e atendimentos essenciais a toda a comunidade, gratuitamente.

Ronda da Cidadania em Capão do Leão - 14.9.2013
O Projeto está na 46ª edição e completa doze anos de intensa atividade. Nesse período, contou com a participação de dezenas de órgãos e entidades que realizam serviços de utilidade pública, prestando atendimento a 61.271 pessoas e realizando 734 casamentos.

Maiores informações sobre o projeto estão disponíveis em seu blog, no endereço rondadacidadania.blogspot.com 
Casamento Coletivo em Capão do Leão - 30.11.2013



sábado, 7 de dezembro de 2013

CASAMENTO COLETIVO CELEBRA A UNIÃO DE 27 CASAIS EM PELOTAS


 
O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, por intermédio do projeto Ronda da Cidadania, e a Prefeitura Municipal de Pelotas, realizaram o 19.º Casamento Coletivo de Pelotas, ocasião em que foram celebradas as uniões de 27 casais, no último sábado, 7/12, no hall da Prefeitura Municipal de Pelotas.

A cerimônia teve início às 16 horas, quando as noivas desceram as escadarias do prédio histórico do Paço Municipal ao som da marcha nupcial, enquanto eram esperadas ansiosamente pelos noivos, ao pé da escada.

Vestidos de noiva, aias, maquiagem, cabeleireiros, mesa do bolo, buquês, além de muita emoção e alegria foram os ingredientes que garantiram uma celebração inesquecível.

Os casamentos coletivos têm por objetivo garantir uma maior proteção à família, seja em razão das garantias que a legislação oferece ao casamento, seja em decorrência da preparação e das orientações jurídicas, sociais e psicológicas que são propiciadas aos nubentes pelo projeto Ronda da Cidadania e pela Prefeitura Municipal de Pelotas.

De acordo com o coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, magistrado Marcelo Malizia Cabral “esses casamentos coletivos garantem cidadania às pessoas, além de constituírem a realização de um sonho.” Com relação ao evento, sublinhou o profissionalismo, competência e carinho como tudo foi organizado e conduzido, agradecendo e destacando a parceria dos Cartórios de Registro Civil e da Prefeitura Municipal de Pelotas.

Segundo o Prefeito Municipal de Pelotas, Eduardo Leite, o casamento significa inclusão social e momento de valorização das famílias, o que é tarefa do Poder Executivo, destacando sua satisfação na realização da cerimônia nas dependências da sede da Prefeitura.

Conforme a Secretária da Justiça Social e Segurança de Pelotas, Clésis Crochemore, o casamento coletivo significa o resgate da cidadania, o fortalecimento da família e a oportunidade dos casais realizarem o sonho do casamento.


Presenças – Além da presença do coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, Magistrado Marcelo Malizia Cabral, o casamento coletivo contou com a presença do Prefeito Municipal de Pelotas, Eduardo Leite, da Vice-Prefeita, Paula Schild Mascarenhas, do Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Ademar Ornel, da Secretária de Justiça Social e Segurança do Município, Clésis Crochemore, da ex-coordenadora do projeto, Pretora Suzana Viegas Neves da Silva, da Secretária Executiva do Projeto Ronda da Cidadania, Ieda Terezinha Morsch, de representantes dos Cartórios de Registro Civil da 1ª e 2ª Zonas de Pelotas e do Cartório Dunas, além de representantes de instituições Parceiras da Ronda da Cidadania, de servidores, estagiários e voluntários do Foro de Pelotas e outras autoridades.

Sobre o Projeto Ronda da Cidadania - Iniciativa do Tribunal de Justiça do RS, em parceria com diversas instituições do Estado, as Rondas da Cidadania consistem em feiras de serviços de utilidade pública, levando informação, documentação e atendimento a toda a comunidade, gratuitamente.


O Projeto na 46ª edição e completa doze anos de intensa atividade. Nesse período, contou com a participação de dezenas de órgãos e entidades que realizam serviços de utilidade pública, prestando atendimento a 61.271 pessoas e realizando 734 casamentos.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

PELOTAS TERÁ CASAMENTO COLETIVO NESTE SÁBADO

O Projeto Ronda da Cidadania e a Prefeitura Municipal de Pelotas estão organizando o 19.º Casamento Coletivo da Comarca de Pelotas, a ser realizado no próximo sábado, 7 de dezembro, às 14 horas, no átrio do Paço Municipal, na Praça Coronel Pedro Osório, 101, ocasião em que serão celebradas as uniões de 27 casais.

As Rondas da Cidadania são uma realização do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul e constituem feiras de serviços de utilidade pública, que buscam garantir a inclusão social e o amparo integral da justiça à parcela da população carente, gratuitamente.

Os casamentos coletivos têm por objetivo garantir uma maior proteção à família, seja em razão das garantias que a legislação oferece ao casamento, seja em decorrência da preparação e das orientações jurídicas, sociais e psicológicas que são propiciadas aos nubentes pelo projeto Ronda da Cidadania e pela Prefeitura Municipal de Pelotas.

Fruto de uma parceria entre o Projeto Ronda da Cidadania, os Cartórios de Registro Civil da Comarca e a Prefeitura Municipal de Pelotas, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (SMCAS), o projeto Ronda da Cidadania e os Cartórios encarregam-se da inscrição dos interessados e da habilitação para os casamentos, enquanto a Prefeitura providencia a preparação da cerimônia de casamento e o acompanhamento social dos noivos e sua família.

De acordo com o coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, juiz Marcelo Malizia Cabral, “esses casamentos coletivos garantem cidadania às pessoas porque conferem maior proteção à família, além de constituírem, no mais das vezes, a realização de um sonho.”

Mais informações sobre a Ronda da Cidadania podem ser obtidas em seu blog: rondadacidadania.blogspot.com


Histórico das Rondas da Cidadania na Comarca de Pelotas – O Projeto está na 46ª edição e completa doze anos de intensa atividade. Nesse período, contou com a participação de dezenas de órgãos e entidades que realizam serviços de utilidade pública, prestando atendimento a 61.271 pessoas e realizando 707 casamentos. 

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

TJRS CELEBRA CASAMENTOS NO MUNICÍPIO DE CAPÃO DO LEÃO


O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, por meio do Projeto Ronda da Cidadania e a Prefeitura Municipal de Capão do Leão, realizaram o 18.º Casamento Coletivo da Comarca de Pelotas no último sábado, 30 de novembro, no Centro de Tradições Gaúchas Tropeiros do Sul, no município de Capão do Leão, RS

 
Casamento Coletivo Capão do Leão - 30.11.2013 - Pronunciamento Autoridades
Na ocasião, foram celebradas as uniões de nove casais, que tiveram direito à entrada das noivas com a marcha nupcial, buquês de flores, casamento civil, bênção religiosa, confraternização, bolo e valsa.

Juiz Marcelo Cabral, Pref. Claudio Vitória,  Secretária Mariangela Sposito
Além dos noivos, de seus padrinhos e familiares, a cerimônia foi prestigiada pelo Prefeito Municipal de Capão do Leão, Cláudio Luiz Vitória, pelo Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Francisco Silveira, pelo Juiz de Direito Coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, Marcelo Malizia Cabral, pela Secretária Executiva do Projeto, Ieda Terezinha Morsch, pela Secretária de Cidadania e Assistência Social do Município de Capão do Leão, Mariângela Sposito, além de vereadores, secretários municipais e servidores da Prefeitura de Capão do Leão e do Foro de Pelotas.

As Rondas da Cidadania são uma realização do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul e constituem feiras de serviços de utilidade pública, que buscam garantir a inclusão social e o amparo integral da justiça a pessoas em  situação de vulnerabilidade social, gratuitamente.

A valsa dos noivos
Os casamentos coletivos têm por objetivo garantir uma maior proteção à família, seja em razão das garantias que a legislação oferece ao casamento, seja em decorrência da preparação e das orientações jurídicas, sociais e psicológicas que são propiciadas aos nubentes pelo projeto Ronda da Cidadania e pela Prefeitura Municipal de Capão do Leão.

Para o Prefeito Municipal de Capão do Leão, Cláudio Luiz Vitória, “esta cerimônia demonstra a importância do casamento e da família e queremos prosseguir com essa parceira com o Tribunal de Justiça na realização de outros casamentos.”

O coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, juiz Marcelo Malizia Cabral, saudou os noivos “desejando que este casamento fortaleça cada uma das famílias participantes e que seja motivo de muita alegria e prosperidade para todos.”

Histórico das Rondas da Cidadania na Comarca de Pelotas – O Projeto está na 46ª edição e completou doze anos de intensa atividade. Nesse período, contou com a participação de dezenas de órgãos e entidades que realizam serviços de utilidade pública, prestando atendimento a 61.271 pessoas e realizando 707 casamentos em 18 cerimônias coletivas.


Maiores informações sobre o Projeto Ronda da Cidadania podem ser obtidas em rondadacidadania.blogspot.com.br



 

A troca de alianças












quarta-feira, 27 de novembro de 2013

CAPÃO DO LEÃO TERÁ CASAMENTO COLETIVO NESTE SÁBADO

Casamento Coletivo Pelotas - 1-12-2012 
O Projeto Ronda da Cidadania da Comarca de Pelotas e a Prefeitura Municipal de Capão do Leão, RS, estão organizando o 18.º Casamento Coletivo da Comarca de Pelotas, a ser realizado no próximo sábado, 30 de novembro, às 17 horas, no Centro de Tradições Gaúchas Tropeiros do Sul, situado na Rua Professor Agostinho, 455, Capão do Leão, RS, ocasião em que serão celebradas as uniões de nove casais.

As Rondas da Cidadania são uma realização do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul e constituem feiras de serviços de utilidade pública, que buscam garantir a inclusão social e o amparo integral da justiça a pessoas em  situação de vulnerabilidade social, gratuitamente.

Os casamentos coletivos têm por objetivo garantir uma maior proteção à família, seja em razão das garantias que a legislação oferece ao casamento, seja em decorrência da preparação e das orientações jurídicas, sociais e psicológicas que são propiciadas aos nubentes pelo projeto Ronda da Cidadania e pela Prefeitura Municipal de Capão do Leão.

Fruto de uma parceria entre o Projeto Ronda da Cidadania, os Cartórios de Registro Civil da Comarca e a Prefeitura Municipal de Capão do Leão, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (SMCAS), o projeto Ronda da Cidadania e os Cartórios encarregam-se da inscrição dos interessados e da habilitação para os casamentos, enquanto a Prefeitura providencia a preparação da cerimônia de casamento e o acompanhamento social dos noivos e sua família.

De acordo com o coordenador do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas, juiz Marcelo Malizia Cabral, “esses casamentos coletivos garantem cidadania às pessoas porque conferem maior proteção à família, além de constituírem, no mais das vezes, a realização de um sonho.”

Mais informações sobre a Ronda da Cidadania podem ser obtidas em seu blog: rondadacidadania.blogspot.com


Casamento Coletivo - Pelotas - 6.12.2008
Histórico das Rondas da Cidadania na Comarca de Pelotas – O Projeto está na 46ª edição e completou doze anos de intensa atividade. Nesse período, contou com a participação de dezenas de órgãos e entidades que realizam serviços de utilidade pública, prestando atendimento a 61.271 pessoas e realizando 698 casamentos.